Anitta se abre sobre depressão e bissexualidade a site italiano: "Sempre gostei de garotas". Veja!


Publicado em 10/09/2019   ENTREVISTA Fonte: Vagalume

Em sua recente passagem pela Itália, Anitta deu uma entrevista ao site Freeda e falou sobre diversos assuntos pessoais, entre eles, o motivo de sua depressão, alguns preconceitos vividos em sua carreira e sua bissexualidade.

"Sou Anitta e sou uma mulher que foi capaz de criar seu próprio futuro", iniciou ela. "Eu sempre sofri todos os tipos de preconceitos. Um: porque sou mulher; Dois: porque sou muito jovem, e três: porque uso muita sensualidade no meu trabalho", disse a cantora. "Quando as pessoas veem você usando sensualidade na música urbana, basicamente rebolando a bunda, eles meio que pensam que você não é inteligente, que não tem talento suficiente, que não pensa por si só, sabe? Então, esse é o tipo de preconceito que eu sempre sofri", continuou.

Sobre sua opção sexual, de acordo com o portal Vagalume, Anitta explicou principalmente o momento em que decidiu assumi-la publicamente. "Eu sempre gostei de garotas. Eu contei para minha mãe quando eu tinha 13 anos. Mas esperei pelo melhor momento para contar isso ao público para que as pessoas não criassem notícias sensacionalistas e fizessem disso uma grande coisa. Do tipo, 'essa é quem ela é'. Não quero isso para minha vida. Eu quero que minha bissexualidade seja algo natural e normal.Por exemplo, ninguém precisa ir na televisão para dizer 'Ei, eu sou hetero'. Ninguém precisa fazer isso. E é assim que quero que as pessoas lidem com minha bissexualidade", explicou a cantora.

A brasileira, que sempre falou abertamente sobre sua depressão, revelou também os motivos que podem ter contribuído para o aumento do quadro da doença. "Acho que a depressão começou quando passei a prestar muita atenção no que as pessoas tinham a dizer sobre mim. Quando você percebe que as pessoas não conhecem sua história, não sabem pelo que você passou, eles não sabem como é... eles enxergam de fora, e não sabem tudo que você passou até chegar a este ponto. Quando eu entendi isso, comecei a ver os comentários, a pressão e as expectativas que as pessoas têm de mim e pensei: 'é, eles não sabem de nada'. Eles falam, mas não sabem exatamente o que se passa na minha vida. Eles não tem propriedade para falar. Minha mãe tem, meu irmão tem… Quando percebi isso, fiquei melhor."

Veja o vídeo clicando aqui!

ArautoFM




RADIO ARAUTO FM - VERA CRUZ
(51) 3718-3800 (estúdio)
(51) 3718-3400 (comercial)
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
RADIO ARAUTO FM - SANTA CRUZ DO SUL
(51) 2109-0066 (recepção)
Rua Venâncio Aires, esq. Galvão Costa, nº 5
Santa Cruz do Sul - CEP: 96810-204
Copyright © 2017 Rádio Arauto FM - www.arautofm.com.br